terça-feira, 24 de abril de 2018


Crédito: Arquivo Pessoal - "Garrafa" em Vila Velha/PR
Crédito: Arquivo Pessoal – “Garrafa” em Vila Velha/PR
 
Vila Velha/PR: Bem próximo de Curitiba, em torno de 100km, já no município de Ponta Grossa, é um passeio para 1 dia muito diferente. É um complexo com 3 atrações distintas: arenitos, furnas e lagoa dourada. Você assiste um vídeo que fala da natureza e sobre o local, bem rápido, e depois segue ao passeio. Os arenitos são estruturas rochosas que, através da erosão do vento, foram esculpidas muitas formas interessantes. Algumas são bem claras e outras você pode admirar e imaginar o que elas se parecem, mas o legal é que tem formatos bem interessantes mesmo. Já as furnas são “poços gigantes” de grande profundidade e muita beleza, e a lagoa dourada encerra o passeio, que foi um antiga furna, mas também sofreu a erosão e ficou rasa no final das contas e leva este nome devido ao tipo de minerais existentes no fundo da lagoa, que no reflexo do sol dão um tom dourado à água. É um passeio bem gostoso, com caminhos delimitados e não muito extensos. Há toda a orientação da equipe local e você paga um ingresso que pode ser separado entre arenitos e furnas/lagoa dourada ou os dois juntos.

Praia do Forte/BA: primeiro porque a praia é belíssima, possui poucas ondas, forma piscinas naturais, e tem uma ótima estrutura próxima. E claro, porque junto dela tem o Projeto Tamar, que é sempre super legal de conhecer. O trabalho com as tartarugas e animais marinhos é bem feito, mas há muitos paineis, jogos e locais interativos para aprender e se divertir, ali mesmo na beira da praia. Se ficar alguns dias por lá, dá pra ir mais de uma vez! E no geral, mesmo os menorzinhos podem aproveitar muito!

Crédito: Arquivo Pessoal - Cataratas - Foz do Iguaçu/PR
Crédito: Arquivo Pessoal – Cataratas – Foz do Iguaçu/PR
 
Foz do Iguaçu/PR: Eu sempre sou suspeita de falar de Foz, mas fazer o quê se tem o conjunto mais lindo de Cataratas desse planeta, além de um monte de outras coisas legais? A beleza das Cataratas é realmente impressionante e emocionante, para qualquer idade. Ambos os lados se completam e são lindos, mas para família com bebês, recomendo especialmente o lado argentino, pois os acessos são bem mais acessíveis com carrinhos. E a natureza continua, porque também tem o parque das aves, com uma interação super bacana com pássaros de muitos tipos e tamanhos bem ao seu lado; o marco das 3 fronteiras com a bela paisagem de divisa dos rios dos 3 países; e outros atrativos “menos eco” mas já que você está lá, vale ir né, como o Vale dos Dinossauros e o museu de cera.

Bonito/MS: Este é um super pacote completo no quesito “muita coisa legal de ecoturismo” – afinal não é a toa que considerado o melhor destino desta categoria no Brasil. Para crianças, é melhor para aqueles um pouquinho maiores, com pelo menos 6 anos, mas acredito que 8 é a idade ideal para a viagem. Mas aí vai ser ótimo, porque vai ter muitas cachoeiras para ver, rafting, flutuação, mergulho e natureza de sobra.

Crédito: Arquivo Pessoal - Itaimbezinho/RS
Crédito: Arquivo Pessoal – Itaimbezinho/RS
 
Canela/RS: Você geralmente se lembra de Canela como um destino de outras atrações (o que já é legal por ter chocolates, diversão gelada e muitas miniaturas junto com sua vizinha Gramado), mas na realidade tem muita natureza nesta região, e pode não ser exatamente ter tantas trilhas assim, mas tem muita coisa legal com certeza. Começando pelo famoso Parque do Caracol, super tradicional e da linda cachoeira, mas há trenzinho e outros passeios legais dentro de lá. Há parques menos conhecidos, mas muito bonitos, como o parque da ferradura, com uma bela vista da serra/ e o ecoparque Sperry com várias cachoeiras, trilhas e muito verde. Por fim, 1h30 dali está Aparados da Serra, cidade que abriga o maravilhoso Canyon Itaimbezinho, que não vi ainda nenhuma foto que expresse a real beleza de lá. O bom é que as trilhas de cima – as mais visitadas – são de fácil acesso. Vá pela manhã, pois a tarde pode descer a neblina, então não perca a vista por isso.

6 Destinos de natureza com as crianças

quinta-feira, 19 de abril de 2018

Aproveite ao máximo com sua família – vocês merecem!

Sine-Saloum, Senegal

Uma passeio de piroga para descobrir a fauna escondida nos manguezais do delta do rio Saloum
Uma passeio de piroga para descobrir a fauna escondida nos manguezais do delta do rio Saloum
O Delta do Saloum, ao norte da fronteira entre Gâmbia e Senegal, é onde as veias do Rio Saloum encontram-se com o Oceano Atlântico Norte. A quantidade de água salgada que corre vagarosamente é acompanhada por uma rica biodiversidade, única nessa parte do país, e protegida pela UNESCO.
Comece sua aventura senegalesa em Djiffer, uma vila de pescadores situada na ponta extrema de Sangomar, na entrada do delta. Os moradores costumam juntar-se ao redor dos coloridos barcos de pesca, que chegam com a safra de conchas e peixes. Um passeio pelas ruas mostra as humildes casas sob a sombra de pequenos baobás e coqueiros que balançam ao ritmo dos pirogas.
Hospede-se em Toubacouta, onde poderá escolher entre bons hotéis como o Keur Saloum ou o Domaine Les Paletuviers. Às margens do rio, você não terá problemas em encontrar excursões a bordo dos pirogas para explorar os pântanos da região. Flutue no ritmo do delta até Île des Oiseaux, uma ilha desabitada e lar de pássaros endêmicos sazonais. Quando o sol começar a se por, os pássaros começam seu espetáculo noturno, colorindo o céu e retornando majestosos a seus ninhos.

Ubud, Bali, Indonésia

Certifique que sabe a ordem correta para a verdadeira purificação no Templo Tirta Emplu Water
Certifique que sabe a ordem correta para a verdadeira purificação no Templo Tirta Emplu Water
Celulares desligados, tablets e laptops guardados: é hora de sua família ter aquele momento necessário de se reconectar. E eis um lugar perfeito para essa sincronia familiar – Ubud, em Bali. Não vai ser difícil encontrar bandos de turistas tentando fazer suas próprias versões de “Comer, Rezar, Amar”.
Mas é possível encontrar espaço em modestos centros de yoga, ou passear tranquilamente pelos campos de arroz de Bali. Encontre seu centro no templo do vilarejo, para depois relaxar com um banho na Cachoeira de Tegenungan.
E depois que voltar do nirvana, leve as crianças para um pouco de diversão com os mais de 300 simpáticos símios na Floresta de Macacos de Ubud.

Um guia de destinos para as famílias que querem aproveitar o máximo

quarta-feira, 11 de abril de 2018

Você nunca está velho depois para passar tempo de qualidade com as pessoas que mais ama. Mas você já enjoou de parques temáticos e prefere explorar paisagens mais curiosas, os destinos a seguir serão ideais para aproveitar o ar livre e ter uma provinha do horizonte.

St. Mawes, Reino Unido



Curtindo a tranquilidade do porto antes de navegar mar adentro
Curtindo a tranquilidade do porto antes de navegar mar adentro
Os esportes aquáticos estão no topo da lista de o que fazer em St Mawes. A pequena vila de pescadores em Cornwall (ou Cornuália) tira proveito de seu microclima ameno, e é um destino ideal para passear de barco ou de iate o ano todo. Os fãs dessas embarcações vão adorar até ficar apreciando os gigantes iates e lanchas ancoradas por lá.
O local dispõe de peixes e frutos do mar maravilhosos o ano todo, atendendo a hotéis e restaurantes ao longo da baía. É possível explorar o estuário alugando um caiaque ou pegando um táxi aquático.
Se você prefere manter o pé no chão, literalmente, essa área é também ótima para fazer caminhadas guiadas. Escolha entre caminhadas como a que vai em direção ao Castelo de St Mawes do século 16, ou pelo vale conhecido como The Bottoms, ou ainda por entre os chalés mais antigos da região. Que tal um agradinho para completar? Reserve uma mesa para o jantar no The Driftwood, um restaurante com estrelas Michelin.

Aloag, Equador



Explore a misteriosa Hacienda Bomboli ao som das histórias de Oswaldo
Explore a misteriosa Hacienda Bomboli ao som das histórias de Oswaldo
Seus filhos estão com a cabeça nas nuvens, mas você quer manter os pés no chão? Esse é o paradoxo local no qual os equatorianos são mestres. Quito é capital com maior altitude do mundo e no país está parte da maior e mais densa floresta tropical do mundo, a Amazônia.
Comece sua ascensão equatoriana conhecendo o solo na Hacienda La Alegria, um rancho familiar especializado em eco-turismo em Aloag, ao longo da “avenida dos vulcões”. A área montanhosa é caracterizada por alguns dos picos mais altos do país. Lá, crianças de todas as idades podem por a mão na terra, cuidando dos animais da fazenda, do jardim e da horta.
Conheça os Chagras (os caubóis equatorianos), artistas que exercem as técnicas equestres locais há várias gerações.
Eles irão guiar você a cavalo pelas montanhas verdejantes de Corazón até a Bombolí Cloud Forest, uma reserva florestal plantada e cuidado por Oswaldo e Mariana por mais de 30 anos. Não deixe de visitar o hospital de orquídeas para aprender mais sobre os esforços de conservação envolvidos na sustentabilidade do ecossistema local, especialmente nas orquídeas selvagens.
Assim que você pisa nesse Éden particular, a névoa espessa que rodeia a floresta parece se dissipar, revelando parte da biodiversidade mais frágil do país. Uma variedade de orquídeas selvagens esconde-se timidamente sob imensos arbustos que as protegem. Visite o hospital das orquídeas para aprender mais sobre os esforços de conservação envolvidos na manutenção do ecossistema local.

Reserva de Kirindy, Madagascar



Abrace um baobá na Avenida dos Baobás em Morondova
Abrace um baobá na Avenida dos Baobás em Morondava
Planeje um safári familiar pela Reserva de Kirindy, uma floresta protegida por meio de exploração sustentável. Você vai caminhar pelo habitat de sete espécies de lêmures, assim como o fossa (um tipo de mamífero felino que lembra o fuinha), e o minúsculo camaleão Brookesia.
O parque pode ser visitado a pé acompanhado por um guia, de dia ou à noite, para observar o menor primata conhecido do mundo, o rato da família Nesomyidae.
Igualmente impressionantes são os baobás, as árvores gigantes de até 30 metros de altura. O melhor lugar para ver essas lindezas é a Avenida dos Baobás em Morondava, a 60 quilômetros a nordeste. A lenda local considera o baobá sagrado – teriam sido uma das primeiras árvores plantadas pelos deuses, que o fizeram de cabeça pra baixo por engano, então o topo parece a raiz que brota do céu.

Uma viagem apenas para famílias só adultos

terça-feira, 3 de abril de 2018

Toda família merece um descanso e organizar esse break não precisa ser nenhum sacrifício. Encontre um destino onde seu orçamento vai render mais, para que você e sua família pode focar no que realmente importa: curtir as férias com as pessoas que você mais ama.

Zaquinto, Grécia

As crianças terão muito para fazer nas férias em Zaquinto
As crianças terão muito para fazer nas férias em Zaquinto
Zaquinto, ou Zante como os moradores chamam, é o destino grego que anda na boca do povo – famoso por causa de seus resorts, tartarugas marinhas e águas turquesas. Com uma longa temporada quente, de maio a outubro, o turismo por lá anda bombando. Para aproveitar ao máximo as praias sem as multidões e com os melhores preços, o melhor é ir com a família no começo ou no final da temporada.
A ilha é pequena o suficiente para se conhecer em um dia. Do centro comercial, siga pela bela rota montanhosa que leva até o vilarejo de Limnionas. Lá você terá a taverna (restaurante) local e uma vista da praia praticamente exclusiva para você.
Pare ao longo do caminho em Navagio – restos de um navio naufragado que atraiu muitos turistas e fotógrafos durante a alta temporada. Troque o tour pela plataforma de observação do Mosteiro de Agios Gergio Kremnao e faça aquela foto para matar os amigos de inveja.
Siga pela costa intocada da ilha até chegar ao vilarejo de Keri. Lá você poderá relaxar em uma praia de pedrinhas ou caminhar pelas simpáticas ruas. Na hora do entardecer, sente junto ao farol em meio terraço natural sobre o penhasco, e prepare-se para assistir a um colorido espetáculo cruzando o oceano e as duas formações rochosas, conhecidas como Mizitres, logo abaixo.

Gozo, Malta

Mergulhando no Buraco Azul da ilha de Gozo
Mergulhando no Buraco Azul da ilha de Gozo
Qual tipo de férias organizar para animar os “aborrecentes”? Uma dica infalível: uma ilha no Mediterrâneo! Depois de voar para Malta, basta pegar uma balsa de 25 minutos, e chegar à esplendorosa Ilha de Gozo.
Nessa pequena e rústica ilha, todos os caminhos levam para Victoria, mais conhecida como Rabat, a cidadela fortificada que cerca a cidade. Foi recentemente renovada, e sedia uma variedade de lojinhas de prataria e outros tesouros locais.
Entretenha as crianças com passeios a cavalo nos arredores de Qala; um mergulho raso sobre os destroços do navio Karwela, a apenas 39 metros da superfície; ou respire um ar diferente nos desertos de sal em Marsalforn. Mas se nada disso empolgar, saia para escalar as áreas que ficaram famosas em séries como “Game of Thrones”, ou relaxe na praia em que Brad Pitt e Angelina Jolie discutiram a relação no filme “À Beira-Mar”.

Sovata, Romênia

A extraordinária mina de sal Salina Praid
A extraordinária mina de sal Salina Praid
Imagine-se rodeado por uma floresta em um chalé com vista para o Lago Urso, onde visitantes banham-em águas salgadas e heliotérmicas (que ganham calor do sol). Áreas supervisionadas para nadar, atividades aquáticas e serviços de spa termal são ingredientes perfeitos para férias familiares perfeitas. Tratamentos de spa renomados e banhos de lama atraem a maioria dos visitantes, então não tenha medo de se encharcar com essa maravilha natural romena – você não será o único!
Há ainda mais surpresas sob a terra. A 120 metros de profundidade, descubra a mina de sal Salina Praid, famosa por seu microclima terapêutico. Siga as paredes de mármore e o piso brilhante ao longo dos intermináveis corredores e galerias subterrâneos.
Alguns levam a instalações como um playground, um cinema 3D, um parque acrobático e uma exposição de equipamentos de mineração do século 18. Sem falar na capela da mina, onde missas acontecem de vez enquanto, em um ambiente simples decoro com bancos de madeira e crucifixos gigantes.

Pra quem está com orçamento limitado, confira alguns destinos

Ipemig Pós Graduação EAD
Ipemig Pós Graduação EAD
todas as pós-graduaçãoes por 15x 99,00 + matricula de R$150
 
Aumente a sua possibilidade de empregabilidade
e progressão salarial com um curso de pós graduação
 
Carga horária diferenciada   Educação a Distância (EAD)

Carga horária diferenciada

Educação a Distância (EAD)

Carga horária a partir de 580h.
Certificado pronto entre 30 e 90 dias.

Forma rápida e prática para adquirir
conhecimento de qualidade.
   
MEC Preço acessível

MEC

Preço acessível

Todos os cursos com diplomas
reconhecidos pelo MEC.

Facilidade de pagamento e descontos
ao indicar amigos.
 
Faça uma especialização
acessível e de qualidade.
Garanta a sua vaga

*Carga horária de 580 horas, duração mínima de 6 meses. Consulte os cursos disponíveis para esta carga horária.
**Condição especial para todos os cursos da Educação Especial. - Veja as condições que preparamos para a sua área!