quinta-feira, 22 de junho de 2017

Alagoas, Maragogi


Uma cerveja na mão, mar azul à moda do Caribe na minha frente e uma praia agradável ao meu redor. Assim foram meus dias em Maragogi, maior destino turístico de Alagoas. Fiz poucos passeios, dormi bastante e relaxei. Muito. Sua viagem para lá também pode ser assim, em ritmo de preguiça. Ou não, afinal essa cidade de 30 mil habitantes oferece várias atividades aos turistas. Quer mais que sombra e água fresca? Então veja o que fazer em Maragogi.
O que fazer em Maragogi, Alagoas

Galés de Maragogi


Esse é o passeio mais tradicional da cidade. Você entra num barco e vai até as piscinas naturais que se formam no meio do mar, a cerca de seis quilômetros da costa. Existem três áreas de piscinas ao longo do litoral de Maragogi. Taocas, que fica em frente à Praia de Maragogi, e Barra Grande, localizada em frente à praia de mesmo nome, são duas delas. A terceira área é justamente a mais famosa, cujo nome acaba sendo aplicado a todo o conjunto: as Galés de Maragogi.
Ao contratar seu passeio, provavelmente ninguém vai te dizer qual será a área visitada – se você realmente vai às galés ou a uma das outras áreas de piscinas. Portanto, se você fizer questão de ir numa área específica, pergunte antes de contratar o passeio. Para controlar o fluxo de visitantes e proteger a área, há uma esquema de rodízio envolvendo as empresas nas áreas visitadas.
O que fazer em Maragogi, Alagoas

O que fazer em Maragogi, Alagoas

As piscinas são formadas por corais, durante a maré baixa. Além de observar a beleza das águas, todo mundo costuma encarar um snorkeling, na tentativa de ver de perto os peixinhos coloridos que vivem nas piscinas. Também é possível mergulhar com cilindro ou contratar um serviço profissional para tirar fotos debaixo d´água – e cercado por peixes.
Mas atenção: se você notar que seu guia está atraindo os peixes de forma artificial (com ração, por exemplo), saiba que isso é proibido e, segundo estudos da ONG Projeto Recifes Costeiros, gera desequilíbrio ambiental e pode prejudicar os animais. Entre outros problemas, a prática favorece o estabelecimento de apenas algumas espécies de peixes, prejudicando a biodiversidade. Por isso, se você quiser que as piscinas de Maragogi continuem lá, bonitas e preservadas, ajude a combater a prática. Vale lembrar também que as piscinas naturais de Maragogi fazem parte da Área de Proteção Ambiental Costa dos Corais e que quem viola as regras da região pode ser multado.
O passeio até as piscinas naturais custa, em média, R$ 65 por pessoa. Você pode contratar o serviço assim que chegar em Maragogi, na recepção de muitos hotéis ou pela internet. Se sua passagem pela cidade for em alta temporada ou durante um período curto, é aconselhável reservar o passeio.
Opção de reservoa com a empresa Maragogi Receptivos, que tem uma loja em frente à praia principal da cidade, mas várias empresas também oferecem o passeio. Qualquer atividade a mais, como o mergulho com cilindro ou fotografias, é cobrada separadamente. O passeio dura duas horas e os horários de saída variam de acordo com a maré.
Maragogi, Alagoas

Passeio de buggy pelo litoral de Maragogi

Assim como em outras partes do nordeste, é possível fazer um passeio de buggy pelo litoral de Maragogi. São três roteiros principais: o primeiro passa pelo litoral norte, levando os turistas a sete praias, incluindo Peroba, que fica na divisa de Alagoas com Pernambuco. O tour tem paradas para banho, claro.
A segunda opção é pelo litoral sul e passa por seis praias. Já o último roteiro envolve o Santuário do Peixe-Boi. Os passeios custam, em média, R$ 300, mas o preço é por buggy, que pode levar até quatro pessoas. É uma boa forma de conhecer as praias da região. O blog Rapha no Mundo fez um comparativo entre os passeios.
O que fazer em Maragogi, Alagoas

Santuário do peixe-boi


Eu não fiz esse passeio, mas achei uma opção interessante depois que li o relato do blog Andarilhos do Mundo.
Pelo que li, esse parece ser o caso do Santuário do Peixe-Boi, que ajuda na preservação do mamífero marinho mais ameaçado do Brasil. O projeto devolve à natureza, aos poucos e com planejamento, filhotes de peixe-boi nascidos em cativeiro.
Os passeios são de observação: você entra numa jangada (barcos motorizados são proibidos, justamente para proteger o peixe-boi) e pode ou não avistar os animais, que estão soltos na natureza. Toda a visitação é controlada pelo Ibama e obedece a regras rígidas de proteção ambiental. A renda fica com a comunidade local. Vale a pena também conhecer o site da Associação do Peixe-Boi, que ensina como você pode fazer a sua parte para ajudar na proteção dessa espécie.
O santuário não fica em Maragogi, mas em Porto de Pedras, a cerca de 50 km de distância. O passeio custa em torno de R$ 40 – se você for de buggy. O ingresso no santuário não está incluído no preço pago ao motorista.
Praia de Maragogi, Alagoas

Opções de bate-volta a partir de Maragogi

Praia de Maragogi, Alagoas

Maragogi está perto de vários lugares interessantes e pode perfeitamente ser usada como base para conhecer outras praias lindas do nordeste. Mas lembre-se que as saídas variam de acordo com o dia da semana, portanto planeje-se com antecedência para não perder o passeio desejado.
Praia dos Carneiros – Apontada como uma das praias mais bonitas do Brasil, a Praia dos Carneiros, em Tamandaré, no Estado de Pernambuco, fica a cerca de 50 km de Maragogi.
Porto de Galinhas – Outra praia pernambucana, essa do município de Ipojuca. Só que Porto de Galinhas é bem mais famosa e já foi apontada várias vezes como a melhor praia do Brasil. Porto de Galinhas está a 100 km de Maragogi.
São Miguel dos Milagres – Também apelidada de paraíso, São Miguel dos Milagres fica a 70 km de Maragogi. Costuma ser incluída no passeio do Santuário do Peixe-Boi, já que está ao sul de Maragogi (as praias citadas acima estão na direção norte).
Também é possível fazer passeios de bate-volta até Maceió, Recife e Olinda. Mas, francamente, não acho que sejam opções interessantes, já que esses destinos demandam mais tempo que apenas um dia de viagem. Se quiser conhecer mais sobre essas praias, dê o play no vídeo abaixo, que mostra algumas das maravilhas da região.

Outras atrações

Ainda não acabou. O turismo de aventura, que envolve passeios de caiaque no rio, trilhas pela Mata Atlântica e esportes náuticos, é outra boa opção. A Explorer Diving Adventure é uma das empresas com foco nesse tipo turismo. Além disso, a cidade conta com vários restaurantes, comida boa e, claro, praias. Muitas delas. Basta escolher a sua.

0 comentários:

Postar um comentário

Ipemig Pós Graduação EAD
Ipemig Pós Graduação EAD
todas as pós-graduaçãoes por 15x 99,00 + matricula de R$150
 
Aumente a sua possibilidade de empregabilidade
e progressão salarial com um curso de pós graduação
 
Carga horária diferenciada   Educação a Distância (EAD)

Carga horária diferenciada

Educação a Distância (EAD)

Carga horária a partir de 580h.
Certificado pronto entre 30 e 90 dias.

Forma rápida e prática para adquirir
conhecimento de qualidade.
   
MEC Preço acessível

MEC

Preço acessível

Todos os cursos com diplomas
reconhecidos pelo MEC.

Facilidade de pagamento e descontos
ao indicar amigos.
 
Faça uma especialização
acessível e de qualidade.
Garanta a sua vaga

*Carga horária de 580 horas, duração mínima de 6 meses. Consulte os cursos disponíveis para esta carga horária.
**Condição especial para todos os cursos da Educação Especial. - Veja as condições que preparamos para a sua área!